Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Agrotis

Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Guarapuava forma líderes rurais - turma 01

Produtores rurais finalizaram o curso do Programa Liderança Rural, desenvolvido pelo Sistema Faep/Senar e Sebrae, no dia 19 de julho, no Sindicato Rural de Guarapuava. O programa visa desenvolver nos líderes a capacidade de coordenar equipes, trabalhar em cooperação com parceiros e demais instituições empresariais e governamentais. 

A formação tem dois módulos e discute os seguintes temas: autoconhecimento, líder empreendedor, engajamento, autorresponsabilidade, desempenho interpessoal, perspectivas de sustentabilidade e fortalecimento, oportunidades inovadoras e estratégias pessoais de atuação.

A consultora do Sebrae, Maria Angela Santana Kafrouni, coordenou os encontros. Segundo ela, o programa tem ligação com as mudanças que ocorreram nos últimos tempos com relação à sustentabilidade sindical. “Hoje, o sindicato precisa de uma nova forma de trabalhar e de se comunicar com o produtor rural para continuar prestando seu papel. O Sistema Faep/Senar viu a necessidade de desenvolver a liderança nos produtores rurais, para que eles possam enxergar a importância das entidades e desenvolver a relação produtor x sindicato”.

Maria Angela explica que o primeiro dia do treinamento é dedicado à análise do líder, por meio do autoconhecimento. “Utilizamos o perfil DISC (Dominância, Influência, Estabilidade e Complacência), que é uma ferramenta muito boa para reconhecer a si mesmo, suas potencialidades, características, enfim as competências mais visíveis na personalidade. Porque um líder precisa saber liderar a si mesmo”.

No segundo dia, foi discutida a relação com o outro. “Tem questões voltadas para comunicação, para escuta, estilos de liderança, como funciona o poder, a influência, estratégias para influenciar e levar ações de efetividade”, detalha.

Já o terceiro encontro foi dedicado à estratégia sindical, analisando o papel do sindicato. Os próprios produtores rurais fazem uma análise e criam estratégias para viabilizar a sustentabilidade sindical.

A produtora rural Adriane Araújo Azevedo participou da primeira turma. Segundo ela, o que a motivou a realizar o programa foi o chamado no Encontro Regional de Lideranças Rurais, realizado dia 9 de abril, em Guarapuava. “Acho que nós, como produtores rurais, temos que ter preocupação com a real situação dos sindicatos, com essa questão da não-obrigatoriedade do pagamento da Contribuição Sindical. Eu achei importante estar inserida, ajudando e contribuindo com o sindicato porque é a entidade que representa o produtor rural e temos a obrigação de ajudar com ideias e ações. O curso foi muito bom, trouxe um grande aprendizado, tanto o conteúdo, como a maneira que foi repassado agregou bastante e possibilitou um autoconhecimento. Faz-nos enxergar nosso perfil enquanto liderança. Quero parabenizar a iniciativa da Faep. Esse programa será de grande valia”.

A produtora rural Rosenei Kunz também participou do treinamento. Para ela, a liderança é muito importante tanto na questão profissional, como pessoal. “O curso trabalhou muito este aspecto e o autoconhecimento, que influencia diretamente na comunicação que você vai usar com os funcionários, colegas de trabalho, as instituições que te representam ou mesmo no dia a dia”.

Rosenei destacou como o curso trabalhou a relação produtor x sindicato. “Na verdade foi interessante a temática relação do produtor com sua representatividade, porque todo o sistema está fragilizado, devido aos últimos acontecimentos relacionados à Contribuição Sindical. Precisamos buscar uma alternativa de tentar trazer o produtor para o sindicato, não com a obrigação de pagar, mas que ele tenha consciência de que precisa estar próximo da instituição que o representa. Não podemos ver o sindicato como uma obrigação, mas sim como uma necessidade, porque nós produtores sozinhos não vamos resolver muita coisa, como questões trabalhistas, ambientais e outras”.

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Agrotis