Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Paran Silos

Segunda-feira, 09 de março de 2020

Entre Rios na rota do turismo

Associação do Turismo Rural de Entre Rios recebe capacitação do Senar e Sindicato Rural de Guarapuava

O Sindicato Rural de Guarapuava em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) realizou duas turmas do curso de Trabalhador em Turismo Rural – Oportunidades de Negócios, do dia 10 a 15 de fevereiro, com os membros da Associação do Turismo Rural de Entre Rios (Aster), distrito de Guarapuava.

O turismo rural tem sido desenvolvido fortemente nos últimos anos em Guarapuava e a capacitação já foi desenvolvida com outro grupo de produtores rurais da cidade. “O curso busca mostrar a estes produtores oportunidades dentro do turismo, como uma fonte de renda extra”, explica o instrutor do Senar, José Rivaldo dos Santos.

Elke Marina Leh Basso, responsável pelo Mathias e Elisabeth Leh Memorial, um dos estabelecimentos associado à Aster, participou do curso e disse que a experiência foi muito válida. “Foi muito produtivo. Apesar de termos uma ótima estrutura turisticamente falando -  porque aqui em Entre Rios temos opções de lugares para visitação e gastronomia, ainda não sabemos como vender isso. E é nesse ponto que o curso nos abriu os olhos. Como atrair mais pessoas de fora daqui”, comentou. 

Para Elke, Entre Rios vive um momento especial e marcante no turismo rural. “Já é a terceira vez que tentam fazer uma associação de turismo aqui, mas esta é a primeira vez que realmente está dando certo. Eu acho que agora há um despertar que pode-se viver e ganhar renda com o turismo. É preciso haver diversificação de atividades no Distrito, não dá para viver só de agricultura”. Para ela, o engajamento que os estabelecimentos turísticos estão tendo está fazendo toda diferença. Além disso, fato importante para a produtora é o apoio que o grupo está recebendo da Prefeitura Municipal de Guarapuava, por meio da Secretaria Municipal de Turismo.

Elke conta ainda que a Aster é a única associação de Guarapuava que possui CNPJ. “Achamos importante porque trabalhamos em prol da associação, cada um ganha seu dinheiro, mas para desenvolver o turismo tem algumas coisas que devem ser feitas de forma coletiva. São detalhes que façam a diferença. Por exemplo, temos que ter placa de bem-vindo, placas indicativas. A maioria das ideias que temos precisa de dinheiro e organização”. Atualmente, 30 estabelecimentos do distrito de Entre Rios fazem parte da associação.

Como instrutor da área do turismo rural, Santos observa que todo lugar tem pontos a serem desenvolvidos que podem potencializar o turismo, mas Entre Rios tem um conjunto de fatores que torna o lugar especial. “Aqui temos diferenciais como a cultura alemã, a gastronomia e o lugar em si. Os caminhos, a estrutura de cooperativismo e associativismo somam muito para que o turismo seja desenvolvido. Estou muito otimista. É um projeto que que já deu certo. Tem potencial, recurso, estrutura, gastronomia, cultura e gente empenhada”, finalizou. 

 

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Paran Silos