Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Grupo Pitangueiras

Sexta-feira, 13 de novembro de 2020

Parceria entre Sindicato Rural e Unicentro oferece assistência técnica gratuita para associados na área de reprodução animal

Agende seu atendimento no Sindicato Rural

O Sindicato Rural de Guarapuava e a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), por meio do Departamento de Medicina Veterinária, firmaram um convênio voltado aos pecuaristas associados ao Sindicato, para assessoria técnica gratuita na área de reprodução animal. 
A parceria irá atender bovinos, ovinos, caprinos e equinos. Os produtores serão atendidos neste primeiro momento pela aluna Paula Magnabosco Secco, do Programa de Aprimoramento em Medicina Veterinária, que é a residência veterinária da Universidade. 
Uma das responsáveis pela parceria, a professora de Medicina Veterinária, Carla Fredrichsen Moya, detalha como funcionará os atendimento. "O produtor deve agendar no Sindicato Rural. Iremos até a propriedade e faremos o diagnóstico. Os serviços oferecidos serão o diagnóstico de gestação, protocolos de inseminação artificial com tempo fixo, exame andrológico, exame ginecológico e assistência no manejo reprodutivo. Esse serviço é gratuito para os sócios do Sindicato. Serão cobrados apenas os hormônios ou medicamentos que podem vir a ser utilizados a partir da consulta. O deslocamento até a propriedade rural será por conta do produtor”. 
O presidente do Sindicato Rural de Guarapuava, Rodolpho Luiz Werneck Botelho, ressalta a importância da parceria. “Estamos trabalhando esse convênio desde o ano passado com a Unicentro. É mais um serviço que o sindicato oferece em parceria com a universidade para o sócio do sindicato. É uma parceria que nós acreditamos muito, pois é benefíca para o sindicato, para o produtor rural e para a Universidade. Traz informação, demandas do setor produtivo, aproxima a academia do setor e o produtor acaba conhecendo mais todas as atividades e pesquisas que são feitas pela Universidade”. 
Carla atenta para o fato de que muitas vezes o pecuarista não procura uma assistência técnica qualificada e perde na eficiência reprodutiva. “Percebemos que os auxílios muitas vezes são feitos por pessoas leigas, que não têm conhecimento tanto da fisiologia, quanto da enfermidade em si e acaba trazendo mais prejuízo e gasto desnecessário ao produtor. Nossa residente é formada em veterinária, está se especializando na área de reprodução animal e tem todo o conhecimento necessário para fazer orientação nesta área, trazendo melhores resultados na taxa de prenhes, manejo reprodutivo, diagnóstico precoce de gestação, nos exames andrológicos que são pouco realizados, mas são muito importantes. Às vezes o reprodutor passa a estação de monta, deixa um menor número de fêmeas prenhas, porque ele não foi avaliado antes desse período. Pode ser um reprodutor que não tem uma qualidade espermática ideal e por isso é importante o exame andrológico”.
Paula é recém-formada em Medicina Veterinária na Universidade Federal do Paraná (UFPR) e conta que sempre se interessou pela área de reprodução animal. “Durante a graduação, fiz estágios na área na Fazenda-Escola da UFPR. Acho que essa proximidade com o produtor, diagnosticando problemas em diferentes sistemas de criação faz toda a diferença, tanto para mim enquanto profissional, quanto para o produtor”, comenta. 
Além das visitas e diagnósticos nas propriedades haverá plantões de tira-dúvidas sobre reprodução animal no Sindicato Rural. Serão agendadas e divulgadas previamente as datas dos atendimentos. 
Associados devem entrar em contato pelo telefone (42) 3623-1115 para os agendamentos de visitas técnicas e/ou outras informações. 

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Grupo Pitangueiras