Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Biotrigo

Segunda-feira, 25 de março de 2019

FCStone divulga software para gestão de risco na venda de commodities

A FCStone, que oferece ferramentas e consultoria para gerenciar riscos na comercialização de commodities, realizou dia 30 de janeiro, no Sindicato Rural de Guarapuava, palestra para divulgar,  a produtores rurais da região, um dos itens de seu portfofio de serviços: o software Know-Risk (Conheça o Risco, em inglês).

Responsável pela área de Desenvolvimento de Mercado e Sistemas, Fernando Berardo, destacou em sua explanação que os agricultores já têm feito grandes investimentos da porteira para dentro. Mas atualmente, apontou, a volatilidade dos mercados torna ainda mais importante investir também em ferramentas que, diante dos altos e baixos, ajudem o agricultor na tomada de decisões para atingir a lucratividade esperada na comercialização.

O objetivo do Know-Risk, explicou, é gerenciar os riscos, visando proteger as margens de rentabilidade. Ele acrescentou que, com a ferramenta, o produtor também consegue, numa mesma plataforma, controlar custos, fazer a gestão de grãos vendidos, controle de posições de hedge e mais nove relatórios gerenciais.

Em entrevista, Berardo exemplificou: “Se o mercado subir, o dólar cair e o prêmio estourar, o produtor sabe qual é a sua rentabilidade? Com o nosso sistema, hoje, ele consegue simular essas três pernas que formam o preço. Com um clique, o produtor sabe”. Ele assinalou que é possível também acompanhar o comportamento do dólar e da Bolsa de Chicago.

O software, completou, contém ainda outra funcionalidade: “Além de ter todos os controles, inclusive do físico e da parte financeira, e precificar tudo isso automaticamente, ele tem um simulador agrícola-comercial, que traz o cenário de comercialização do ano seguinte, no caso da soja, do milho ou do algodão”. Estes quadros, disse, têm por base o fechamento de mercado do dia anterior, o dólar futuro e o histórico de prêmio da praça. “Os cenários podem mudar? Podem”, comentou, lembrando que o mercado é sempre dinâmico. “Mas é um planejamento. A gente quer, com isso, que o produtor olhe o cenário e já planeje quando tem contas a pagar, quando pode ter uma rentabilidade maior”, acrescentou.

E se por um lado o programa trabalha com um conjunto complexo de informações, o responsável pela área de Desenvolvimento de Mercado e Sistemas da FCStone observa que, por outro lado, ele foi desenvolvido para ser utilizado, de maneira simples, por produtores rurais em seu dia a dia.

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Biotrigo