Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Biotrigo

Sexta-feira, 10 de maio de 2019

Dia de Campo da C.Vale destaca milho e soja

Em parceria com empresas de renome em setores como sementes, insumos, defensivos e maquinário, a unidade da C.Vale em Guarapuava realizou, na manhã do dia 16 de março, na Fazenda Cachoeirinha, situada na comunidade rural de Nossa Senhora de Fátima, seu Dia de Campo 2019.

Na programação, com foco em tecnologias de milho e soja, a cooperativa optou por um formato dinâmico: um circuito de 11 estações, cada uma promovendo mini-palestras. Na sequência, o evento trouxe uma apresentação técnica de faixas demonstrativas de soja, com diversas cultivares, nas épocas de semeadura de 23 de setembro, 23 de outubro e 5 de dezembro.  

Dois dos agrônomos da C.Vale detalharam aos participantes cada um dos materiais, quanto às suas características gerais, ao posicionamento recomendado para a região e ao comportamento apresentado especificamente naquele local e nas condições de clima desta safra de verão 2018/2019, que registrou períodos de estiagem e de temperaturas acima da média. A etapa proporcionou ainda espaço para uma troca de idéias entre o público e o corpo técnico da cooperativa.

Assim como outros agricultores que compareceram, o anfitrião do evento, o produtor rural Denilson Fadel, acompanhou toda a programação. “Foi muito importante para a gente tirar algumas dúvidas. E até conhecer alguns materiais novos e alguns produtos, que estão no mercado”, disse após o encerramento.

Já para um dos agrônomos que conduziu os visitantes pelas faixas demonstrativas de soja, Joacir Kuxla, responsável técnico na unidade da C.Vale em Guarapuava, o mais importante dos dias de campo é estabelecer uma ocasião para a difusão do conhecimento e para o compartilhamento de experiências, com informação que contribuam e orientem o produtor na escolha e manejo das cultivares que utilizará no campo – considerando que decisões corretas, naquelas etapas, ajudam a se atingir o potencial produtivo. Por isso, explicou em entrevista, a idéia foi trazer uma visão didática: “O produtor hoje, pode observar os diferentes comportamentos das cultivares. A gente espera repetir esse trabalho nas próximas safras”. Kuxla observou que na região, onde já são realizados diversos dias de campo, o objetivo é promover mais um evento voltado ao conhecimento, tanto para cooperados quanto para agricultores em geral: “A C.Vale contribui com mais um ponto de informação ao agricultor, para que ele observe e tome a melhor decisão possível”.

Ao final da programação, o gerente local da C.Vale, Márcio Ricardo Lopes, ressaltou que a cooperativa, em seus encontros técnicos, tem por objetivo valorizar seus cooperados. “Temos uma gama de produtores, de vários segmentos e tamanhos. A gente visa com isso trazer um pouco do que fazemos em Palotina, trazer esses experimentos para que, cada vez mais, aumente a produção desses produtores aqui conosco”. E a presença dos agricultores, avaliou, foi positiva, mesmo numa época de colheita: “Até superou as expectativas. Tivemos um número efetivo de praticamente 60 pessoas participando. Foi bem produtivo”, comemorou. O evento terminou com um almoço de confraternização, no local, entre organizadores e participantes.

 

Com atividades diversificadas, C.Vale se destaca na produção agropecuária

A C.Vale Cooperativa Agroindustrial, com sede em Palotina, na região Oeste do Paraná, tem 55 anos de existência. Com mais de 21 mil cooperados e 10 mil colaboradores, a produção se volta a soja, milho, trigo, mandioca, aves, peixes, suínos, bovinos de leite, além de fábrica de rações, abatedouros de aves e peixes, amidonarias, entre outras atividades. São 150 unidades de negócios no Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Paraguai. Em 2018, o faturamento chegou a R$ 8,5 bilhões.

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Biotrigo