Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Maxorgami

Quarta-feira, 09 de agosto de 2017

Diretores de Sindicato Rurais da região discutem MP do Funrural

Nesta terça-feira (8), o Sindicato Rural de Guarapuava sediou no final da tarde uma reunião com diretores de sindicatos rurais patronais da região para discutir a Medida Provisória nº 793, que cria o Programa de Regularização Tributária Rural (PRR).

O PRR permite o parcelamento das dívidas do Funrural, sendo 4% do débito pagos em até quatro parcelas iguais, até dezembro de 2017. O restante pode ser dividido em até 176 parcelas mensais, a partir de janeiro de 2018.

Segundo o presidente do Núcleo Regional dos Sindicatos Rurais do Centro do Paraná, Anton Gora, não há uma dívida real por parte dos produtores rurais, já que o Funrural havia sido derrubado em 2010 pelo Supremo Tribunal Federal (STF). “Somos contra qualquer aumento de imposto ou taxa para a agropecuária em geral, pois não há mais espaço para custos. A partir das discussões da reunião de terça-feira, vamos formular um documento oficial declarando que somos contra esta dívida, que na verdade não existe. Este documento será enviado para a FAEP e CNA, para que ambas as entidades se posicionem da mesma forma, indo contra a cobrança do Funrural”. 

Participaram da reunião representantes dos Sindicatos Rurais de Guarapuava, Pinhão, Prudentópolis, Laranjeiras do Sul e Pitanga, além da assessoria jurídica do Sindicato Rural de Guarapuava.

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Maxorgami