Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Paran Silos

Sexta-feira, 24 de março de 2017

Conab realiza leilão de apoio à comercialização do trigo

Leilões de PEP e PEPRO acontecerão em 08 de março para 100 mil toneladas no Paraná

A Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) realizará na próxima quarta-feira, 8 de março, leilões de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (PEPRO) e de Prêmio para Escoamento de Produto (PEP) para o trigo nos estados do Paraná e Rio Grande do Sul. A quantidade total ofertada será de 250 mil toneladas conforme os avisos nº 046/17 e 047/17.

No Paraná serão ofertadas 50 mil toneladas por meio do PEPRO e 50 mil toneladas pelo PEP. No Rio Grande do Sul serão ofertadas 120 mil toneladas por meio do PEPRO e 30 mil toneladas por meio do PEP. Este será o décimo leilão de PEPRO e o oitavo leilão de PEP para o produto do Sul do país. O valor do prêmio só será divulgado com dois dias de antecedência à realização do leilão.

No último leilão realizado em 24/02 foram negociadas 15 mil toneladas de trigo no Paraná pelo PEPRO, com prêmio de R$ 0,1838/kg e 15 mil toneladas pelo PEP com prêmio de R$ 0,1838/kg.


A QUEDA NO PREÇO DO TRIGO A AS AÇÕES DA FAEP

Desde setembro do ano passado, momento em que o preço do trigo no Paraná começou a oscilar abaixo do preço mínimo da Política de Garantia dos Preços Mínimos (PGPM), estabelecido em R$ 38,65 por saca, a FAEP passou a alertar o governo sobre o cenário de ampla oferta global, de aumento na produção na Argentina e a necessidade de medidas de apoio ao trigo nacional.

Com a queda do preço recebido pelo produtor a FAEP solicitou o apoio à comercialização do produto, e que isso fosse realizado com antecipação para evitar que os prejuízos ao produtor fossem cada vez maiores. O governo atendeu ao pedido da FAEP com a realização de leilões de PEP e PEPRO somente a partir de dezembro e concedeu recentemente, em fevereiro, recurso adicional de R$ 100 milhões para a sustentação do preço do trigo. A FAEP solicitou também que os valores dos prêmios fossem reajustados para viabilizar o escoamento frente aos custos dos fretes.

 

PREÇO ATUAL PERMANECE ABAIXO DO PREÇO MÍNIMO COM 73% DO PRODUTO COMERCIALIZADO

Da safra de 3,44 milhões de toneladas no Estado, o percentual comercializado até a terceira semana de março foi de 73%, segundo a Secretaria da Agricultura do Estado do Paraná (SEAB). Este percentual está atrasado em relação à safra passada, que na mesma data contava com percentual comercializado de 87%. O preço médio atual recebido pelos produtores é de R$ 32,15 por saca, 17% menor que o preço mínimo estabelecido na Política de Garantida de Preços Mínimos (PGPM).

 

Consulte os editais dos leilões:

PEP 047/17

PEPRO Nº 046/17

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Paran Silos