Site de notícias vinculado ao Sindicato Rural de Guarapuava

Grupo Pitangueiras

Sexta-feira, 27 de abril de 2018

Fazesc sedia 2º Unicentro Rural

A Unicentro realizou, na tarde do último dia 14 de março, em sua Fazenda Escola – Fazesc, situada na Estação Experimental do IAPAR em Guarapuava (BR 277, km 350), a segunda edição do dia de campo Unicentro Rural. Idealizada como uma iniciativa de extensão, voltada tanto para estudantes quanto para produtores rurais, a programação trouxe seis estações: mecanização e manejo do solo; adubação nitrogenada complementar em feijão, milho e soja; ensaio de cultivares de girassol (Embrapa); população de plantas em híbridos de milho; tecnologia de inoculação e co-inoculação em soja; e horticultura.

No protocolo de abertura, na tenda de uma das estações, os organizadores agradeceram a todas as entidades que apoiaram a idéia da Fazenda Escola e ao IAPAR, pela parceria oficializada na Expogua 2015, que viabilizou a criação da Fazesc na Estação Experimental do instituto e criou novos espaços para pesquisas dos cursos de Agronomia e Veterinária. Estiveram presentes àquele momento o diretor do Campus Cedeteg da universidade, Fábio Hernandez; o diretor da Fazenda Escola, Marcelo Cruz Mendes, ao lado de outros professores; o administrador da Estação Experimental, Lázaro Batista Filho; o presidente da Cooperativa Coamig, Edson Bastos; e o presidente da Sociedade Rural de Guarapuava, Denilson Baitala.

Ao falar à REVISTA DO PRODUTOR RURAL, o diretor do Campus Cedeteg lembrou que a Fazenda Escola, mesmo em seu início, já apresenta uma gama de possibilidades: “Nós temos hoje mais de 10 planos de pesquisa aqui. Só que um plano não significa ter um único experimento, uma única cultura”, afirmou, exemplificando que um único professor que atua na Fazesc pode trabalhar com várias culturas. Segundo informou, entre os próximos passos, a intenção é instalar uma infraestrutura no local.

Também em entrevista, o diretor da Fazesc ressaltou que a Fazenda Escola é mais um espaço que permite à universidade cumprir seu papel de gerar e divulgar informações técnicas para a comunidade – neste caso, o setor rural de Guarapuava e região. Ele explicou que o próprio perfil do dia de campo já tem este objetivo. “O Unicentro Rural é um evento de extensão, de suma importância para a universidade, para que a gente possa fazer a demonstração, para a comunidade, das pesquisas realizadas. É um evento voltado para produtores, alunos, técnicos”, disse.

Mendes fez questão de destacar que a Unicentro se encontra focada em produzir e disseminar conhecimentos de qualidade: “É importante evidenciar que a universidade está preocupada em trazer informação”, completou.

Sobre o perfil da programação deste segundo ano, ele contou que o destaque foi para a área de Agronomia. Porém, acrescentou, o objetivo é que, com o tempo, outros trabalhos, para a pecuária, venham a ser apresentados: “Este evento está com o escopo mais em cima da agricultura. O que nós esperamos é que futuramente novos projetos, também da área de Medicina Veterinária, possam estar também sendo demonstrados nos próximos eventos”. O calendário do Unicentro Rural, segundo comentou, ainda pode variar. “O projeto da Fazenda Escola é que a gente tenha possibilidade de estar realizando todo ano, ou de dois em dois anos, de acordo com os ajustes, este evento de extensão”.

Para ele, o mais importante é considerar que, instalada a partir de dezembro de 2015, a Fazesc já se tornou em pouco tempo um local de geração de informação: “Logo em 2016, tivemos o primeiro dia de campo. E agora, o segundo, também contando muito com o apoio do IAPAR”.

O 2º Unicentro Rural teve como realizadores Proec (Pro-reitoria de Extensão Cultural), Fazesc, Cedeteg e Unicentro, com apoio do Sindicato Rural de Guarapuava, AEAGRO, Coamig e IAPAR.

 

Comentários

Todos os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Você pode denunciar algo que viole os termos de uso.


Grupo Pitangueiras